sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Fazenda de vento!

Hoje é sexta-feira, 25/9, às 19h. Estamos em Denmark. Ontem foi nosso último dia em Albany, de onde saímos hoje pela manhã.

Ontem, logo cedo, fomos ver uma exposição de flores silvestres da região, no salão paroquial da Igreja São João Evangelista, anglicana. As flores daqui lembram as do cerrado de Brasília. Vejam algumas:


Vai ver era por causa dessa exposição que vimos vários velhinhos na estrada, colhendo florzinhas. Pelo visto foi mais um evento organizado por aposentados. Mas esse foi bem arrumadinho, não lembrava em nada aquele museu de Esperance.

Depois fomos ver uma exposição dos pintores de Albany, tinha umas aquarelas interessantes, mas também tinha alguns trabalhos bastante amadores. Não fotografamos, claro, né?

O passeio pelo roteiro norte foi ótimo: conhecemos outras praias, como a do Emu Point, que consta do roteiro turístico, mas não achamos grande coisa. Em compensação, resolvemos seguir por uma estradinha para conhecer uma Little Beach e tivemos uma ótima surpresa. Vejam que linda:

Gilson e Natália curtindo uma prainha...

Na volta desses passeios paramos para almoçar em uma fazendinha de "marrons", que é uma espécie de lagosta, só que menor. Nosso prato tinha, além dos marrons, yabbis (uma espécie de lagostim), truta defumada e polvo. Fizemos alguma bagunça para quebrar a casca dos yabbies, mas conseguimos comer direitinho. Infelizmente, não tomamos vinho, porque o sistema era byo. Mas a comida estava uma delícia e foi arrematada por cake de chocolate com sorvete, que até o Gilson atacou! E de quebra, ainda vimos na estrada um bando de cangurus:


Como já dissemos aqui, o estado de Western Australia está para a Austrália como Goiás está para o Brasil, com a diferença de que possui praias. Já imaginaram Quirinópolis com praia? Então, é mais ou menos isso.

Tem quatro parques de preservação ambiental só na região de Albany, com corredores de ligação entre eles para que os animais possam se deslocar de um para outro. Muitas das praias ficam nesses parques.

Tem também uma grande variedade de fazendas: de morango, de carneiros, de leite, de peixes e crustáceos, de alpacas (aquele animal parecido com lhama). Plantação de eucaliptos é chamada de tree farm (fazenda de árvore). E ontem fomos conhecer uma wind farm (fazenda de vento). Não é louco? Vejam as fotos:


Vocês não imaginam a força do vento que enfrentamos lá. Ficamos gelados, de dar dor no nariz. Natália disse que a sensação do vento e do frio é a mesma de quando pulou de paraquedas. Mas o cenário é de uma modernidade que compensa a visita. Toda a iluminação de Albany é gerada por energia eólica. Pela ventania que pegamos, achamos que dá para abastecer o país todo!!!



Agora ficamos por aqui. No próximo post contaremos como foi nosso primeiro dia em Denmark, com Miss Road criando confusão, de graça. Vamos à pizza e ao vinho!!!!

4 comentários:

Angélica disse...

Miss Road seria um gps? Estão fazendo mistério! Essa fazenda de vento parece coisa de ficção científica, super cinza! Beijooo

Angélica disse...

A Bela: "nossa, um vaso de escova de cabelo, que doido!".
Eu: "Bela, são flores!"
hahahahhahha
Muito lerdinha essa sua afilhada! hahahahah

Pri disse...

hahahaha
Putz...essa das escovas foi ótima!!!
Muito legal a fazenda do ventos, realmente lembra filme de ficção.

Anônimo disse...

Adorei os trajes de praia do Gilson e da Natália.

Será que na Bahia tbm é assim?

Beijos no coração de vocês....... tô morreeeeendo de inveja.

Adélia